0

Você Está Me Ouvindo ou Me Escutando?

Maria J. Cruz

Hein! Dá para você me ouvir um instante? Estou tentando falar com você. Ufa! Consegui sua atenção. Que bom!

O ouvir é um processo complicado, diferente do ato de escutar. O processo de audição se dá através do ouvido, enquanto que o de ouvir é mais profundo, implica em você estar por inteiro naquele momento, seus ouvidos, seu pensamento, seu emocional se integram na busca efetiva da compreensão do que está sendo transmitido.

Procuramos incessantemente que as pessoas ouçam o que estamos tentando transmitir. Porém, como ter a certeza de que aquilo que estamos transmitindo está sendo codificando corretamente pela outra pessoa?

Quando falamos de comunicação escrita está tem que ser objetiva, clara, obedecer as regras  gramaticais, usando palavras simples que prendam atenção do leitor. Antes de enviar a mensagem leia-a em voz alta, se colocando como receptor da mensagem ou se possível peça para alguém ler. Pergunte se está claro, se a pessoa entendeu. É uma forma de você ter certeza de que o que foi escrito será compreendido por quem ler.

Comunicação verbal pode ser considerada a mais eficaz, desde que seja feita de forma sincera, olhos no olhos. Lembre-se o corpo fala e, portanto não adianta sua boca expressar uma coisa e seus gestos, olhares transmitirem outra. Cuidado! Em toda e qualquer comunicação você tem que estar de corpo e alma.

A comunicação só é eficaz quando  o emissor da mensagem tem certeza de que foi compreendido pelo receptor. Muitas vezes o receptor não ouve o emissor, pois na verdade ele ouve o que quer ouvir. Por esta razão o emissor tem que estar atendo e perceber se sua mensagem foi recebida e compreendida apropriadamente.

Como dizia Peter Ustenov, ator, diretor e escritor: “Comunicação é a arte de ser entendido”.

  • Você é responsável pela comunicação que sai da sua boca. Portanto, seja claro e objetivo. Você é o mensageiro e, portanto, é a peça mais importante do processo de comunicação.
  • Quando for se comunicar olhe nos olhos. Todas as pessoas gostam de se sentir importante. Dê a devida importância para o receptor de sua mensagem. Tenha certeza de que está simples demonstração fará com que a pessoa pare e lhe ouça.

Espero que minha mensagem tenha sido  compreendida e que você possa aprimorar ainda mais sua comunicação.

Boa Sorte!

Sobre a Autora:

Maria J. Cruz tem experiência de mais de 25 anos na área de RH em empresas nacionais e multinacionais. Há mais de 10 anos exercendo cargo de liderança com atuação em todos os sub sistemas. Formada em Letras, com Especialização em Adm. Negócios e MBA em Estratégia de Negócios pela USP. Atualmente é Gerente de RH na EnerSystem do Brasil multinacional americana de baterias industrias.

e-Mail: marybcruz@terra.com.br

Filed in: Maria J. Cruz Tags: ,

Fique por Dentro!

Compartilhe

Related Posts

Comente

Enviar

2006 © 2017 RHevista RH. All rights reserved.