0

Como assim PJ?

Fran Winandy

Essa é uma pergunta que ouço com frequência ao abordar um candidato para uma vaga gerencial ou de direção. Isso porque esta categoria de empregos, corriqueira nos dias de hoje, era restrita a corporações de pequeno e médio porte.

Afinal, é ruim ser PJ?

Tema polêmico, principalmente agora com as mudanças previstas na legislação trabalhista, nesta modalidade, o protagonismo atinge seu nível master: agora você será totalmente dono da sua carreira, com os custos e investimentos envolvidos.

Quer fazer um curso? Escolha bem pague e faça: invista em você.

Quer ter uma assistência médica “xyz”? Negocie, pois o ideal é que ela te acompanhe vida afora.

Pretende se aposentar e não depender de ninguém? Aplique uma parte do que ganha e evite a todo custo mexer neste dinheiro.

Automóvel: precisa de um? Escolha o mais econômico e confortável, pois possivelmente você ficará um bom tempo com ele.

Suas férias e décimo terceiro salário dependerão totalmente de você, embora muitas empresas tragam propostas criativas com relação a isso: algumas pagam 100%, outras uma parte e outras não querem saber do assunto. Tudo é negociável!

Você terá que pagar o seu contador, refeições, celular, combustível, a manutenção do seu carro e tudo o mais. Algumas empresas concordam pagar parte destes custos, mas isto deve ser combinado no momento da contratação, pois dificilmente você conseguirá melhorar sua situação antes de trazer resultados.

A síntese disso é que você deve fazer bem as suas contas e computar tudo em sua negociação. Com planejamento e organização, você poderá tecer a sua própria rede de segurança e talvez perceba que ela é mais estável e confiável do que a que tem hoje.

Você já recebeu alguma proposta para trabalhar como PJ? Será que isso é tão ruim quanto parece? Talvez você precise mudar sua forma de pensar, pois com a recessão e o desemprego, o cenário mudou e você pode ser obrigado a se tornar o “ dono do seu nariz”!.

Sobre a Autora:

Fran Winandy é Psicóloga com MBA em RH e Mestrado em Gestão Humana e Social  nas Organizações. Com 30 anos de experiência na área de RH, é sócia de Consultoria, professora de Pós Graduação e especialista no tema Diversidade Etária.

Contato: https://br.linkedin.com/in/franacalantis/pt

Filed in: Fran Winandy Tags: , ,

Fique por Dentro!

Compartilhe

Related Posts

Comente

Enviar

2006 © 9021 RHevista RH. All rights reserved.