0

CCL Destaca Fatores Importantes para Atender o Mercado de Traduções no Brasil

Daniel Zipman

Daniel Zipman

Com a expectativa dos próximos eventos esportivos, setores em desenvolvimento na economia brasileira, tais como novos projetos em transporte e energia, nosso país está ganhando cada vez mais visibilidade para o mundo. Com isso, a necessidade da comunicação em variadas área de atuação com profissionais de diversos países, cresce a cada dia, refletindo especialmente no desenvolvimento do mercado de traduções. No Brasil, esse segmento cresce cerca de 13% ao ano, segundo estudo da empresa americana de pesquisa Common Sense Advisory, que faz levantamentos periódicos sobre o mercado de traduções em todo mundo. 

Daniel Zipman, diretor do CLL- Centro Latino de Línguas, comenta sobre as principais mudanças ocorridas na área. “Em decorrência de grandes eventos que serão realizados no Brasil, como os jogos olímpicos e a copa do mundo, aliados à falta de profissionais especializados, fez com que aumentasse notadamente a disputa pelos melhores tradutores, a demanda ficou mais exigente e consequentemente, a concorrência também ganhou força. Por isso, as companhias de traduções devem se aprimorar para ter um desempenho que atenda as atuais necessidades do mercado nacional”, comenta.

Em uma área sem formação específica, onde qualquer um que domine algum idioma pode ser tradutor, existem características relevantes para serem destacadas, que interferem diretamente na boa atuação em qualquer campo da tradução, seja ela para o mercado editorial, para a mídia, para tradução de websites, técnica e juramentada e até mesmo para a interpretação simultânea.

Pensando nisso, Daniel Zipman destacou alguns pontos que são essenciais para um bom serviço de traduções e também para se tornar um bom tradutor ou não errar na escolha desse profissional:

“Tanto as agências de tradução como suas equipes terão que se desenvolver e buscar a excelência, isto é, obter um conhecimento geral sobre a cultura da língua em que são especializados, dominar o vocabulário, as gírias, os costumes da região do idioma, além de ter ciência da etimologia da área em que estão traduzindo, ou seja, saber o verdadeiro sentido das palavras conhecendo o significado desde sua origem. Sem contar o importante estudo do mercado em que será feita a tradução, já que se espera do tradutor uma formação especializada em seu ramo de atuação”, explica.

O atual cenário envolvendo todos os idiomas e compondo um mercado aquecido, envolve o engajamento de diversos segmentos, desde companhias e empresas que buscam por tradução, até investimento na carreira de jovens intérpretes, que passam a enxergar um momento de novas possibilidades. Além disso, bons profissionais e institutos de traduções, como o CLL, devem se adaptar as mudanças, investindo em bons serviços, profissionais com boa desenvoltura e atendimento personalizado, essencial em qualquer área.

 

Sobre o CLL

Centro Latino de Línguas (CLL) – Há mais de 15 anos no mercado, o CLL é especializado em traduções simples e juramentadas e no ensino de espanhol e português para estrangeiros. As aulas podem ser realizadas individualmente, em pequenos grupos ou in company. Para saber mais, acesse: www.cll.com.br

 

Contatos para jornalistas:

Estúdio de Comunicação

Roberta Scola

Tel.: (11)3848-6002

e-mail: roberta@estudiodecomunicacao.com.braline@estudiodecounicacao.com.br

Filed in: Notícias, Notícias (2) Tags: , , ,

Fique por Dentro!

Compartilhe

Related Posts

Comente

Enviar

2006 © 2017 RHevista RH. All rights reserved.